Tooth and Tail é um jogo da Pocketwatch Games. Seu gênero é o (talvez) esquecido RTS, aquele típico jogo de gerenciar recursos, montar seus exércitos e matar seus inimigos, mas em Tooth and Tail a situação é um pouco mais complicada, pois se em um RTS normal você tem um certo tempo para poder administrar seus recursos, aqui você deve começar a atacar o mais rápido possível!

A História
Bem, a trama do jogo se passa em um universo governado por animais antropomorfizados (eita palavra grande), onde os dois grupos mais ricos, os KSR e  os Civilized, decidem quem são os animais que deverão ser comidos, sendo sempre os mais pobres os escolhidos para se tornarem banquetes. Claro que isso gera o palco de uma revolução dos mais oprimidos contra os mais abastados, e assim dois grupos revoltosos são criados, os Longcoats e os Commonfolk.

Agora eles deverão construir suas bases, preparar seus exércitos e comer seus inimigos!

Localização
Se a história diferente parece ser algo interessante, infelizmente ela só será apreciada por aqueles que entendem o inglês, já que o jogo não possui localização em português, nem mesmo legenda.

Universo Opressor … mas criativo 
A arte do jogo entrega o que promete, sabendo misturar bem a pintura digital, para retratar personagens chave, ou as unidades de seu exército; e o pixel art, usado para mostrar aquele universo, não é nada extremamente deslumbrante, mas consegue retratar decadência dos oprimidos e a riqueza da plebe, graças a junção da trilha sonora. E que trilha sonora! Com certeza ela é a cereja do bolo. Pois cria aquele ambiente pesado de revolução, lembrando até mesmo a antiga, e extinta, União Soviética.


O Gameplay

Como dito ali em cima, um dos diferenciais de Tooth and Tail, dentro do RTS, é a urgência na construção e gerenciamento, porém não é só isso que o difere do gênero. Aqui o jogador deve andar com seu personagem para auxiliar na evacuação e ataque de suas tropas, tomando cuidado para não morrer e deixar seus aliados sozinhos.

É uma mecânica interessante, e um pouco confusa no início, mas mesmo assim é bastante divertida. Entretanto, por ser um jogo com tom de urgência em suas ações, isso pode atrapalhar aqueles jogadores mais casuais, ou aqueles que não estão acostumados com um RTS.

Uma dica: jogue o modo multplayer offiline, no modo easy, você vai pegando o jeito rapidinho.

Multiplayer
Infelizmente não pude jogar no multiplayer. Pelo que percebi, ele apresenta um modo rankeado, onde você deve vencer o oponente para ganhar estrelas, que vão melhorando sua colocação; temos também o “Unrankeado”, onde você entra em um sala, ou cria sua própria, o objetivo aqui é apenas vencer o oponente, sem nenhuma recompensa aparente ao vencedor; e por último temos o Offline, com tela dividida, parece interessante, mas tira um pouco da surpresa de você saber onde está seu inimigo.

Considerações Finais
Tooth and Tail tem uma história interessante, mas peca pela sua localização. Os gráficos e sua trilha sonora conseguem criar o ambiente que o jogo quer passar para o jogador, sem parecer forçado ou extremamente caricato. Seu gameplay apressado por espantar aqueles que estão acostumados com os RTS mais convencionais, mas vale apena dar uma chance. Acredito que o Online será melhorado, já que em breve muitos jogadores terão o título em mãos.


Tooth and Tail chega dia 12 de Setembro, para PS4 e PC (podendo ser adquiritivo tanto na Steam quando no GoG).

7.0

Avaliação do autor

Avaliação Geral

Gráfico
7.0
Jogabilidade
7.5
Campanha
7.0
Trilha Sonora
9.0
Diversão
7.5
O bom
  • Excelente trilha sonora
  • Arte competente
  • Gameplay interessante
  • Estratégico
O mau
  • Sem localização para o português
  • Gameplay um tanto difícil para iniciantes
  • Online ainda é fraco
Sobre o autor

Léo Campos

You soy Campos, Léo Campos!